domingo, 27 de abril de 2008

Eu te amo não diz tudo...

Despedir-se de um amor é despedir-se de si mesmo. É o arremate de uma história que terminou, externamente, sem nossa concordância, mas que precisa também sair de dentro da gente.

EU TE AMO... NÃO DIZ TUDO!
(Arnaldo Jabour)

Você sabe que é amado(a) porque lhe disseram isso?

A demonstração de amor requer mais do que beijos, sexo e palavras.

Sentir-se amado é sentir que a pessoa tem interesse real na sua vida,

Que zela pela sua felicidade,
Que se preocupa quando as coisas não estão dando certo,

Que se coloca a postos para ouvir suas dúvidas,
E que dá uma sacudida em você quando for preciso.

Ser amado é ver que ele(a) lembra de coisas que você contou dois anos atrás,

É ver como ele(a) fica triste quando você está triste,
E como sorri com delicadeza quando diz que você está fazendo uma tempestade em copo d'água.

Sente-se amado aquele que não vê transformada a mágoa em munição na hora da discussão.

Sente-se amado aquele que se sente aceito, que se sente inteiro.
Aquele que sabe que tudo pode ser dito e compreendido.

Sente-se amado quem se sente seguro para ser exatamente como é,
Sem inventar um personagem para a relação,
Pois personagem nenhum se sustenta muito tempo.

Sente-se amado quem não ofega, mas suspira;
Quem não levanta a voz, mas fala;
Quem não concorda, mas escuta.

Agora, sente-se e escute: Eu te amo não diz tudo!

"Para conquistarmos algo na vida não é necessário, apenas, força ou talento; é preciso, acima de tudo, ter vivido um grande amor"

¬¬retirado do orkut da Lucinéti!

2 comentários:

Isadora Araújo disse...

Poxa, que texto lindo! ^^

Adorei o seu blog!

Muito obrigada pela visita no meu blog.

E vou voltar sempre, ok?

Beijos!

(ah, eu linkei seu blog também, ok? ^^)

Raven disse...

Ando pensando muito nesse assunto e coincidentemente também esbarrei nesse tópico por aqui. Uma vez ouvi dizer que se você já viveu um grande amor, então parte do que devia fazer na vida já foi feito. Será? Eu ainda penso nisso...