segunda-feira, 23 de junho de 2008

Depois do começo

Fiquei tentando entender o que as pessoas querem dizer com “filosofia de vida”? “Filosofia de vida” pode parecer algo muito bonito, pode transmitir a idéia de personalidade. Mas para mim “filosofia de vida” é algo parado. Algo parado sim. Digo parado porque entendo que uma filosofia de vida é uma idéia que a pessoa carrega para a vida toda. Das duas umas: ou se mente, ou admiro pessoas que conseguem ter uma idéia por toda vida. Sim, admiro sim. Pois em menos de um quarto de século já tive tantas idéias de mundo. Saber entender que nada é eterno passa a ser uma dessas idéias. Isso abrange muita coisa. A começar pela felicidade desse dia. O fato de uma nota ótima na faculdade traz felicidade, que termina antes do seu curso findar. Você estar bem com seu namorado é algo muito feliz, que pode deixar de ser a qualquer momento. Estar tendo um bom relacionamento com seu pai é fantástico, até a próxima briga. Não estou sendo pessimista. Vejamos de um outro ângulo. Perder alguém dói. Dói de verdade. A dor mais doída, que a gente nunca imaginou sentir. Pode ser a perca de alguém que continua vivinho da silva ou de alguém que foi por um caminho só de ida. Não dá pra mensurar a dor. Mas ela passa. Persiste por um tempo, mas sei que passa. Ter “um dia daqueles” faz você se tremer todo, te dá dor de cabeça, te trava as costas. Mas passa também.

Diante do fato de que o tempo não pára, e Cazuza que o diga, penso que o ser deve viver a hora exata. Pensar que não existirá felicidade, porque tudo o que se tem feito até agora foi um erro, isso sim é enganoso. Mas... "O que irão pensar de mim?" - as pessoas não sabem nem o que pensar sobre elas mesmas! Eu não sei o que pensar de mim! Ora, então faça-me o favor.

Independente da fase alegre ou triste por qual cada um passa, a atitude de se levantar a cabeça e começar diferente é única e exclusiva. Não estou dizendo que é fácil. Tão pouco afirmo ser isso impossível. Só você sabe o que sentiu em cada segundo do dia que termina hoje. O que você gostou e o que não gostou, não sei dizer. Quem sabe é você. Se terá um dia como o de hoje? Não sei. O que fará para ter um dia diferente? Who knows? Se sua “filosofia de vida” responder a essas perguntas, talvez você tenha um bom motivo para segui-la. ;-)

" E depois do começo o que vier vai começar a ser o fim" - Legião Urbana


2 comentários:

Thiago Santana Carrazeiro disse...

Gostei muitos dos textos, o trecho de "A máquina" é muito bom. Já assistiu o filme? Mas gostei ainda mais desse último, porque quem escreve é você. Me faz sentir mais próximo, mesmo lendo de longe. Beijo.

Bela. disse...

adoro essa música.